119.


AREIA NOS PÉS. Agosto chegou ao fim. Dizem que o Verão ainda não mas quer-me parecer que sim. Relembro uns desenhos do início da época balnear de há dois anos e, porque este Verão quase não senti o toque da areia na sola dos meus pés, já tenho saudades desta altura do ano: quando as esplanadas estão vazias e as bandeiras ainda são içadas cheias de cor. Quando ir à praia requer um casaquinho porque o calor demora a chegar. Era Junho em São Pedro de Moel e mais uma vez eu não fiquei contente com o desenho que fiz da minha mulher. ::: (translate.google.com.br) SAND IN MY FEET. August came to an end. They say Summer it´s not over yet but I do think so. I recall some drawings from the beginning of the holiday season two years ago and, because this summer I almost didn´t feel the touch of the sand on the soles of my feet, I miss this time of the year, when beach bars are empty and flags are hoisted yet with vivid colors. When going to the beach requires a jacket because the heat comes slower. It was June in São Pedro de Moel and once again I was not happy with the drawing I did from my wife.

109.


QUIOSQUES DE LISBOA. Há um ano atrás, a empresa Quiosque de Refresco (blogue) lançou um concurso sobre o qual já aqui falei. Este meu desenho ficou entre os 10 melhores desenhos do Quiosque da Praça das Flores. Fi-lo num Domingo à tarde, durante cerca de uma hora, sentado num dos bancos daquele jardim enquanto bebia uma das famosas limonadas do Quiosque.

81.


A LUMINOSA ESTAÇÃO. Hoje o dia teve as cores da Primavera. A complexa e atlântica Primavera portuguesa. Nada como uma manifestação natural assim esmagadora para fazer de conta que tudo vai bem por aqui. Haja sol.