155.


CLÁSSICO. Em dia de jogo grande, publico uma dupla página preenchida (excepto os sapatos) durante um S.L.Benfica x S.C.Braga há uns anos atrás. Desenhei-a num café, onde todos os jogos grandes devem ser vistos. Ali estão as caras preocupadas, os corpos tensos, os copos vazios, a mão que ampara o queixo e que cede a unha para ser roída. Daqui a nada entro em estágio – nestes dias mal posso esperar pelo apito inicial.

86.



A BICA. Mais uma oportunidade para desenhar: os cinco minutos que um café demora a ser feito. Mesmo que não haja nada mais para desenhar (o que é virtualmente impossível), há o açucareiro, a cafeteira e também a chávena, que desta vez ficou de fora.