233.


LgmtCnht_Dentista

ROTINA. Se um dos melhores Amigos que tenho nesta vida e o meu Dentista não fossem uma e a mesma pessoa, tenho a certeza absoluta de que volta não volta aconteceria pancadaria da grossa ali para os lados do Saldanha.

230.


lgmtcnht_flutuandoESTAR DE MOLHO. Isto hoje era assim: o mínimo de fora, como os hipopótamos. ::: O mais curioso é que estava frio no dia em que fiz este desenho. Este senhor, ao invés de refrescar-se, procurava aquecer corpo e alma nas águas mornas daquela piscina interior. Mas isso agora não interessa nada, tragam mais gelo por favor!

DEUS ENVIOU-ME UMA MMS.


lgmtcnht_portasdoceu

Enquanto desenhava esta igreja pensei em como há uns anos atrás (não muitos!), as torres das igrejas serviam as populações duma forma parecida àquela como os telemóveis o fazem hoje. E eram um aparelho cheio de Apps como de repente me apercebi: eram elas que davam as horas certas com os seus relógios enormes, muitas vezes um em cada uma das quatro faces, e reforçavam a exactidão com toques de sino às horas certas, às meias horas e aos quartos de hora. Eram também elas que indicavam de que lado soprava o vento e, consequentemente, como seria o dia seguinte meteorologicamente falando. A torre sineira funcionava também como um serviço de mensagens rápidas: um certo toque anunciava que havia fogo ou outra emergência semelhante, outro toque chamava para se rezarem as Avé-Marias ao fim do dia, outro informava que estava para sair um funeral – indo ao pormenor de dizer se o defunto era homem ou mulher!. Eram elas também, claro, que tocavam a reunir para a Missa, local onde não se recarregava apenas a fé mas também se actualizava o feed de notícias,  com as últimas novidades da comunidade – uma autêntica rede social.