O Ciclista


LGMT_Ciclista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“O homem que pedala, que ped´alma

com o passado a tiracolo,

ao ar vivaz abre as narinas:

tem o por vir na pedaleira.”

Alexandre O´Neill

 

119.


AREIA NOS PÉS. Agosto chegou ao fim. Dizem que o Verão ainda não mas quer-me parecer que sim. Relembro uns desenhos do início da época balnear de há dois anos e, porque este Verão quase não senti o toque da areia na sola dos meus pés, já tenho saudades desta altura do ano: quando as esplanadas estão vazias e as bandeiras ainda são içadas cheias de cor. Quando ir à praia requer um casaquinho porque o calor demora a chegar. Era Junho em São Pedro de Moel e mais uma vez eu não fiquei contente com o desenho que fiz da minha mulher. ::: (translate.google.com.br) SAND IN MY FEET. August came to an end. They say Summer it´s not over yet but I do think so. I recall some drawings from the beginning of the holiday season two years ago and, because this summer I almost didn´t feel the touch of the sand on the soles of my feet, I miss this time of the year, when beach bars are empty and flags are hoisted yet with vivid colors. When going to the beach requires a jacket because the heat comes slower. It was June in São Pedro de Moel and once again I was not happy with the drawing I did from my wife.

112.


PATERNIDADE. Quem já passou pelo mesmo, sabe bem que aqueles minutos parecem horas. Temos nove meses – não sei quantas semanas, como eles gostam de contar – para preparar convenientemente o momento mas quando enfim ele chega, transpiramos, rezamos, hiperventilamos. ::: Eu tinha passado uns bons três quartos de hora – desde que as duas tinham sido levadas para a sala de partos – a caminhar de um lado para o outro. Sem saber o que fazer mais, procurei no bolso a minha caneta e o meu bloco e comecei a fazer este desenho sem saber bem porquê mas com a profunda certeza de que apenas desenhando eu poderia acalmar. A porta abriu-se e o Anestesista que há cinco anos atrás me tinha dado a mesma alegria, voltou a apertar-me a mão com um sorriso: parabéns. Ficou assim inacabado aquele que talvez seja o primeiro desenho da minha filha, feito a partir da ansiedade própria de quem está prestes a concretizar um sonho antigo. Tem acontecido comigo, ao longo da vida e ao sucederem certas coisas, perceber finalmente que sempre soube que um dia elas me aconteceriam. Ser pai de uma menina foi uma delas. ::: P.S. – O blogue tem estado parado pelos motivos óbvios.

111.


111. by ligeiramentecanhoto
111., a photo by ligeiramentecanhoto on Flickr.

DESENHADO À MESA: um Alfa-Romeo; dois nomes de dois restaurantes (ou nomes pelos quais eles são conhecidos); dois homens a comer piza; dois homens a comer salada; dois slogans de duas marcas desportivas;  “tio Ricardo” copiado pela mão do meu filho, e o perfil do Tio em causa.

(translate.google.com.br) DRAW AT LUNCHTIME: one Alfa-Romeo, the names of two restaurants (or the names by which they are known), two men eating pizza, two men eating salad, two slogans from two sports brands, “Tio Ricardo”  (Uncle Richard) copied by my son´s hand, and the profile of the Uncle itself.